Lula diz que novo ministro da Saúde terá que arrecadar recursos

Presidente voltou a criticar o fim da CPMF, que tirou R$ 40 bilhões da área

Ao falar nesta segunda-feira (13) sobre a derrubada da CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que, para melhorar a saúde no país, será preciso encontrar outra forma de arrecadar recursos para a área.

- Ao deixar a Presidência da República, digo que não há hipótese de melhorar a saúde no Brasil se não arrumar uma forma de arrecadar recursos.

A declaração foi feita durante discurso na homenagem recebida no Hospital Sarah, em Brasília. O presidente acrescentou que o ministro da Saúde do governo da presidenda eleita, Dilma Rousseff, terá a tarefa de organizar deputados e senadores para garantir esses recursos.

Lula disse ainda que a derrubada do tributo que destinava recursos para a saúde foi um ato de ?ódio, rancor e maldade. Num ato de insanidade nos tiraram R$ 40 bilhões por ano que, se somar, dá mais de R$ 150 bilhões?.

Fonte: R7, www.r7.com