Lula diz que oposição vai baixar o nível

Presidente disse que oposição não tem “coragem de fazer comício”

Prevendo aumento dos ataques da oposição à Dilma Rousseff, candidata do PT à Presidência, na reta final da campanha, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva alertou os petistas presentes em um comício em Foz do Iguaçu, no Paraná, que os ?adversários de Dilma? vão ?baixar o nível na televisão?. Ele também provocou José Serra, candidato tucano ao Planalto, ao afirmar que a campanha deste ano será ?mais fácil de vencer?.

Com quase três horas de atraso, o comício com o presidente contou com uma audiência de aproximadamente 7.000 pessoas, segundo a polícia militar. A militância não arredou o pé apesar do atraso.

Lula, o último a falar, repetiu os discursos improvisados dos últimos comícios com Dilma. Lembrou que precisou vencer o preconceito dos mais pobres para se eleger e que conta com o mesmo para que Dilma se eleja a primeira mulher presidente do Brasil.

O presidente, no entanto, guardou suas tradicionais alfinetadas para Serra, apesar de não citá-lo porque, diz ele, ?não fala de adversário?. Foi uma alfinetada no começo e outro no final do comício. Antes de iniciar os cumprimentos, a primeira alfinetada no candidato rival.

- O nosso adversário bateu tanto na Dilma essa noite [no programa eleitoral] que ela passou 12 pontos [percentuais] em São Paulo.

A última cutucada foi em forma de aviso e serviu para fechar o comício. Ele alertou os eleitores que foram até a praça da Bíblia que a oposição vai aumentar o tom das críticas na TV.

- Nossos adversários vão baixar o nível na televisão. Primeiro, eles disseram que ela [Dilma] não era preparada, mas eles se esqueceram que o sucesso do Lula dependeu muito da Dilma e o da Dilma depende do Lula porque nós temos o mesmo compromisso político.

Lula concluiu esbanjando otimismo e desdém pela campanha do tucano.

- Essa eleição é mais fácil porque nossos adversários não têm coragem de fazer comício.

Fonte: R7, www.r7.com