Lula diz que tucanos agridem PT como nazistas na 2ª Guerra Mundial

Lula diz que tucanos agridem PT como nazistas na 2ª Guerra Mundial

Em seu Estado natal, Lula voltou a atacar a postura do adversário de Dilma, Aécio Neves (

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta terça-feira, em comício no Recife, que os tucanos agridem petistas como fizeram os nazistas na Segunda Guerra Mundial.

Em seu Estado natal, Lula voltou a atacar a postura do adversário de Dilma, Aécio Neves (PSDB), e chamou os oposicionistas de “intolerantes”. “Se o Nordeste leu o preconceito contra nós, as injustiças contra nós, parece que estão agredindo a gente como os nazistas agrediram na Segunda Guerra. Eles são intolerantes. Outro dia eu falei para eles: vocês são mais intolerantes que Herodes, que mandaram matar Jesus Cristo com medo de ele se tornar o que virou”, discursou Lula para uma multidão na praça do Diário, na capital pernambucana.

“Vocês querem acabar com o PT, com a nossa presidente, achincalhar ela, chamar ela de leviana, só pode ser feito por um filhinho de papai, porque um nordestino jamais faria isso”, prosseguiu Lula, depois de fazer uma caminhada com Dilma pelas ruas do Recife. No único Estado do Nordeste em que Dilma não ganhou (Marina foi a mais votada), Lula voltou a colocar o Nordeste e os tucanos em lados opostos. O petista voltou a lembrar da frase em que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso diz que o PT tem mais votação entre os menos informados. “Não votamos na Dilma porque somos desinformados, votamos na Dilma porque conquistamos o direito de andar de cabeça erguida”, disse.

Lula também criticou a revista inglesa The Economist, que pediu voto em Aécio Neves. "A gente vai ter que escolher nesta eleição, ou vota no candidato dos banqueiros, ou vota na candidata dos brasileiros", disse. Ele defendeu ainda que o Estado não dê nenhum voto para o PSDB. "Não vamos deixar pena de tucano presa por aí, só voando." Em seu discurso, o ex-presidente também chamou Aécio Neves de "mal-educado" por ter chamado Dilma de leviana em um debate na televisão. "Onde estava o nosso candidato como essa moça, com apenas 20 anos de idade. Estava colocando a vida em risco para lutar pela liberdade do nosso País? Onde ele estava aprendendo a ser tão grosseiro, aprendendo a ser mal-educado, aprendendo a ofender tanto uma mulher que é presidente da República. Certamente não aprendeu com a mãe dele, nem com a avó", disse.

Dilma também fala em preconceito

Seguindo a estratégia do PT, Dilma também disse que o Nordeste foi vítima do preconceito. "O preconceito, a desigualdade e tudo que séculos de exploração e opressão condenaram essa parte do Brasil como fizeram também todo o território deste País", disse. A presidente continua campanha amanhã em Uberaba (MG) e Rio de Janeiro.

Fonte: Terra