Lula, Haddad e Marta participam de inauguração de CEU no ABC

Lula, Haddad e Marta participam de inauguração de CEU no ABC

Petistas subiram juntos no palanque para inauguração de escola.

O ex-presidente Lula, a senadora Marta Suplicy (PT-SP) e o candidato à prefeitura de São Paulo pelo PT, o ex-ministro Fernando Haddad, participaram na manhã deste sábado (14) da inauguração de um Centro Educacional Unificado (CEU) em São Bernardo do Campo, no ABC. A escola leva o nome da mãe da ex-primeira dama Marisa Letícia ? Regina Rocco Casa. Dona Marisa também participava do evento.

Esta é a primeira aparição de Lula em um evento público após o tratamento contra o câncer de laringe que realizou desde outubro de 2011 quando o tumor foi diagnosticado. No final de março, exames realizados pelo ex-presidente no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, mostraram a "ausência de tumor visível". Lula, entretanto, continua indo ao hospital para sessões de fonoaudiologia e faz avaliações periódicas. A cura do câncer só é anunciada pela equipe médica cinco anos após o sumiço do tumor, conforme informou o hospital no mês passado.

A expectativa é que a partir de agora Lula se empenhe na campanha de Haddad, pré-candidato à Prefeitura de São Paulo. O ex-ministro da Educação de Lula e a senadora Marta Suplicy concorriam à indicação do partido. Marta desistiu da candidatura após o apoio de Lula a Haddad.

O ex-presidente precisou interromper pelo menos três vezes seu discurso para tomar água por causa da voz, que falhou. ?Se eu tivesse juízo, eu não falaria. A minha garganta ainda não está boa?, disse Lula. Ele acredita que conseguirá falar melhor num prazo de 15 a 20 dias.

Lula relacionou o zelo que uma mãe tem pelos filhos à função de um governante ao justificar a homenagem feita à mãe de sua mulher, Marisa Letícia, que deu nome ao CEU. "Os governantes têm que cuidar do povo como uma mãe. A gente tem que ter a sabedoria de uma mãe.?

O ex-ministro da Educação iniciou seu discurso citando Marta. "Quem comprou a briga, quem criou o CEU foi a Marta?, disse em referência ao projeto criado pela senadora quando foi prefeita de São Paulo, de 2001 a 2004, que construiu 21 CEUs. A senadora também citou Haddad em seu discurso e disse que "o projeto petista precisa voltar a São Paulo".

Polêmica

No mês passado, publicações de Marta em seu twitter indicavam que ela estaria incomodada com a pressão do Palácio do Planalto e do PT para ajudar na pré-candidatura de Haddad, principalmente na campanha na periferia, onde Marta sempre teve boa votação. A senadora já havia dado declarações de que o PT havia errado na campanha. "No processo eleitoral de São Paulo é preciso reconhecer que erramos. Fomos precipitados", publicou Marta.

O presidente do diretório estadual do PT de São Paulo, Edinho Silva, afirmou que em março Marta vai "gastar sola de sapato" para ajudar a candidatura de Haddad. ?Vai dividir o custo do sapato com ele?, disse Silva em referência à declaração dada pela senadora ao jornal "O Estado de S.Paulo" de que Haddad deveria "gastar sola de sapato".

Fonte: G1