Lula inclui Guaribas em visita ao PI

Lula inclui Guaribas em visita ao PI

O município piauiense havia sido retirado da agenda presidencial e substituído pela inauguração das barragens Piaus

O roteiro do presidente Luís Inácio Lula da Silva no Piauí, previsto para a primeira semana de março, incluirá agora os municípios de Guaribas e São Raimundo Nonato. A viagem, marcada originalmente para o dia 14 de janeiro, foi adiada com alegações de que o chefe do Executivo Estadual estaria comprometido com os problemas ocasionados pelas chuvas no Sul do país.

A informação foi confirmada pela assessoria do Palácio de Karnak. Guaribas, a cidade símbolo do extinto programa Fome Zero, lançado pelo presidente em 2003, deve receber a visita de Lula no dia 5 de março para o lançamento de um núcleo da Universidade Aberta. Lula deverá vir acompanhado da ministra da Casa Civil e pré-candidata do PT à presidência da República, Dilma Roussef.

O município piauiense havia sido retirado da agenda presidencial e substituído pela inauguração das barragens Piaus, nos municípios de São Julião e Pio IX, e o Poço Marruás, localizado na cidade de Patos do Piauí. Lula participará da inauguração de uma unidade do Instituto Federal de Ciência e Tecnologia do Piauí (IFET-PI), antigo CEFET-PI, em São Raimundo Nonato.

O presidente também deve visitar o Museu do Homem Americano à convite do governador Wellington Dias. Lula esteve no Maranhão na semana passada e seguirá no último ano de Governo em viagens ao exterior, onde visitará a Espanha, Estados Unidos, China, Rússia, Venezuela e Argentina. Outros países onde o chefe do executivo nacional nunca pisou, como Irã, Israel, Palestina e algumas nações africanas também estarão incluídos no roteiro entre os meses de fevereiro e julho.

Além de Lula e Dilma, o Piauí receberá a candidata do Partido Verde à Presidência, a senadora Marina Silva, em março, e o ex-presidente Itamar Franco, em fevereiro. Itamar é cotado como vice na chapa oposicionista possivelmente comandada pelo governador de São Paulo, o tucano José Serra. (S.B.)

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte