"Lula me falou: esquece, isso sai na urina", diz Carlos Lupi sobre denúncia

Lula levou Lupi para a Esplanada em 2007 e bancou sua permanência no primeiro ano do governo Dilma, em 2011.

Acusado de receber propina para acelerar o registro de um sindicato, o ex-ministro Carlos Lupi (Trabalho) diz ter sido confortado ontem pelo ex-presidente Lula.

Os dois conversaram por telefone, segundo relato do presidente do PDT. Lula levou Lupi para a Esplanada em 2007 e bancou sua permanência no primeiro ano do governo Dilma, em 2011.

"O Lula me falou: "Lupi, esquece, isso sai na urina"", contou, referindo-se às acusações de corrupção.

O pedetista falou também que o ex-presidente, com que conversaria pelo menos a cada 15 dias, o incentivou a processar a empresária Ana Cristina Aquino, autora das acusações contra o ex-ministro.

"Ele disse que é isso aí, que eu tô certo em processar."

Lupi atacou a denunciante, que diz ter levado uma bolsa com R$ 200 mil ao gabinete do então ministro, em Brasília. De acordo com Lupi, o encontro nunca ocorreu.

"Além de me chamar de ladrão, ela me chamou de burro. Como é que eu vou receber alguém para me levar dinheiro no ministério? Cadê a prova?", questionou.

O ex-ministro informou que processará Ana Cristina Aquino por calúnia, injúria e difamação.

Fonte: Folha