Lula quer plano integrado de combate às drogas

Pelo números das apreensões da droga pela Polícia Federal (PF), o governo estima um aumento no total de dependentes

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu, no final da tarde de hoje, à equipe de governo um plano de políticas integradas dos ministérios de combate às drogas, com foco principal no crack. Em entrevista realizada após reunião com o presidente, o ministro da Justiça, Luiz Paulo Barreto, disse que o número de apreensões de crack aumentou de 500 quilos em 2008 para 4.500 quilos no ano passado.

Pelo números das apreensões da droga pela Polícia Federal (PF), o governo estima um aumento no total de dependentes. Não há levantamentos oficiais a respeito do número de pessoas dependentes do crack. São Paulo, Pernambuco, Distrito Federal, Bahia e Rio Grande do Sul são os principais mercados consumidores da droga no País, segundo Barreto.

O ministro afirmou que os ministérios da Justiça, da Saúde, da Educação e do Desenvolvimento Social devem apresentar em 15 dias propostas para o plano de ação integrada contra as drogas.

Fonte: Estadão, www.estadao.com.br