Ex- presidente Lula recebe prêmio de 100 mil euros na Polônia

O primeiro-ministro polonês, Donald Tusk, participou na cerimônia

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu nesta quinta-feira, em Gdansk (norte da Polônia), um prêmio criado por Lech Walesa, líder histórico do sindicato polonês Solidariedade.

O prêmio de 100.000 euros (R$ 247 mil), acompanhado por um diploma e uma medalha, que foi entregue em uma cerimônia exibida pela televisão, foi atribuído a Lula para recompensar "sua ação em favor de um entendimento pacífico e de uma cooperação solidária entre os povos", segundo um comunicado da Fundação Lech Walesa, Prêmio Nobel da Paz em 1983 e ex-presidente da Polônia (1990-1995).

"Em outra época escolhemos caminhos opostos entre o socialismo e a economia de mercado", recordou Walesa durante a cerimônia.


Lula recebe prêmio de 100 mil euros na Polônia

"Na Polônia, nós consideramos que não havia uma terceira via, que agora tampouco existe, mas então não tínhamos alternativa. Atualmente o capitalismo está aqui, mas acredito que não tem o sabor esperado", declarou Walesa.

"Naquela época, vocês estava equivocado, mas agora é você que tem razão (...). O que hoje nos parece bom e bonito, talvez amanhã não seja", acrescentou o ex-presidente polonês.

Ao agradecer o prêmio, o ex-presidente brasileiro destacou as muitas semelhanças entre Lech Walesa e ele: ambos nasceram em famílias modestas, não puderam estudar e assumiram espontaneamente o comando de movimentos de protesto antes de chegar aos maiores cargos em seus respectivos países.

"Nós, cada um a sua maneira, enfrentamos desafios para transformar nossos países no espírito da democracia e do diálogo", afirmou. O primeiro-ministro polonês, Donald Tusk, que participou na cerimônia, também elogiou Lula.

"Temos a honra de nos inclinarmos ante o homem que para muitos de nós prolongou este grande sonho que nós tornamos realidade e do qual Lech Walesa foi e continua sendo o símbolo", afirmou.

O prêmio anual Lech Walesa, criado em 2008, pretende "recompensar os que militam a favor do entendimento e da cooperação solidária dos povos, em nome da liberdade e dos valores do movimento Solidariedade".

Fonte: G1