Lula se defende de denúncias e afirma que aceita quebra de sigilos

Lula disse ter sido informado que terá quebra de sigilo essa semana

Neste sábado (27), o ex-presidente do Brasil Luiz Inácio Lula da Silva afirmou, durante a solenidade de festa de aniversário do PT, que não tem problemas em aceitar a quebra dos sigilos bancário e telefônico para esclarecer as suspeitas sobre um triplex no litoral de São Paulo e sobre um sítio em Atibaia, também em São Paulo.

Lula disse ter sido informado de que terá os sigilos fiscal, bancário e telefônico quebrados ainda nesta semana.

"Recebi uma intimação de que, a partir de segunda-feira (1), vão quebrar meu sigilo bancário, telefônico, fiscal", afirmou, durante seu discurso aos militantes do PT. "Eu aceito até que quebrem meu sigilo bancário, telefônico. Se for esse o preço, que seja. Mas, quando isso acabar, quero que me deem um apartamento e uma chácara", falou.

Ao encerrar o discurso, Lula disse que "lavou a alma" com os colegas de partido ao falar sobre as denúncias e sobre as perspectivas do PT daqui para frente. "Quero dizer que agora é pão, pão, queijo, queijo. Acabou o 'Lulinha Paz e Amor'. Acabou, para dar a resposta que eles merecem", afirmou Lula, sem citar nomes.

Lula no aniversário do PT (Crédito: Reprodução)
Lula no aniversário do PT (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do G1