Lula se empolga durante comício de Dilma

Lula se empolga durante comício de Dilma

Lula se empolga com Dilma e quase esquece Mercadante

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), se empolgou ao pedir votos para a candidata à presidência da República Dilma Rousseff e por pouco não esqueceu de pedir votos para Aloizio Mercadante. Os três participaram de um comício na cidade de Mauá, na Grande São Paulo, neste sábado (21).

Lula passou grande parte da sua fala com um discurso pró-Dilma. Quando começou a sua despedida, ele foi alertado que não havia falado de Mercadante. Recomeçou o discurso e então pediu votos para o candidato paulista. "O Mercadante esteve comigo esse tempo todo e tem condições de ganhar aqui em primeiro turno. Não quero que ninguém se empolgue com as pesquisas favoráveis, nem que desanime com as desfavoráveis", disse.

Dilma deu prosseguimento ao discurso de Lula ontem, em Osasco, e disse que Mercadante pode ser eleito no primeiro turno em São Paulo. "Temos de pensar em vitória no primeiro turno. Ele pode dar em São Paulo a mesma contribuição que deu ao Brasil no Senado Federal".

Animada com a pesquisa Datafolha divulgada neste sábado, que dá a ela 47% das intenções de voto e uma eventual vitória no primeiro turno, Dilma tenta fazer com que Mercadante supere a marca dos 20%, o que ainda não aconteceu neste período pré-eleitoral.

Em sua fala, Mercadante lembrou da campanha para governador de São Paulo em 1982, quando Lula foi candidato. "Plantamos aqui uma semente que está dando uma árvore frondosa que é o País onde estamos vivendo. Naquele momento que você tirar a sua faixa, que a entregue para Dilma", afirmou.

Segundo Mercadante, Dilma tomará posse em Brasília e ele em São Paulo. Para isso, o petista criou até uma rampa que não existe. "Ela vai tomar posse e vamos subir a rampa do Palácio dos Bandeirantes aqui", disse. O Palácio dos Bandeirantes não possui rampa, mas sim uma escadaria.

O candidato petista prometeu mais uma vez que irá renegociar o preço dos pedágios com as concessinárias paulistas. "Não vou negociar dois ou três praças de pedágio. São 237 praças. Vamos baixar o pedágio no Estado inteiro", disse.

Ontem, durante um comício em Osasco, Lula afirmou que o pedágio paulista "é um roubo". Ele comparou o preço que se paga em São Paulo com os das rodovias federais.

Marta Suplicy também fez coro para Mercadante. "O Mercadante não tem de ficar apequenado, achando que o lado de lá ganhou. Dependendo dessa militância, vamos brigar pelo primeiro turno", disse.

Netinho de Paula, candidato ao Senado pelo PCdoB, foi na mesma linha: "ontem fomos chamados a atenção porque estávamos com um discurso de levar a eleição para o segundo turno. Vamos ganhar. O time joga direitinho".

Fonte: Terra, www.terra.com.br