Lula teve uma crise hipertensiva

Lula teve uma crise hipertensiva

O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, representará Lula.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva passou mal na noite de quarta-feira (27) e foi levado para o Hospital Português, no Recife. De acordo com Cléber Ferreira, médico que acompanha o presidente na viagem, Lula teve uma crise hipertensiva, com a pressão atingindo 18 por 12.

Segundo Ferreira, Lula fez exames no início da madrugada de quinta-feira (28) e, por volta das 3h, já dormia para descansar e sua pressão já havia normalizado.

Com a internação, o presidente cancelou viagem que faria para a Suíça, onde participaria do Fórum Economico de Davos e receberia o prêmio "Estadista Global". Esta é a primeira edição da homenagem, criada para marcar o aniversário de 40 anos do Fórum. O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, representará Lula.

Durante a quarta-feira, Lula participou de eventos ao lado da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, pré-candidata do PT à Presidencia. Em um dos eventos, a inauguração de uma unidade médica, fazia muito calor, de acordo com relatos da imprensa de Recife.

À noite, Lula participou de um jantar com o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, no Palácio do Campo das Princesas.

A assessoria do presidente informou que Lula cumpriu agenda no Recife ?cansado e indisposto?. Ao deixar o jantar com o governador Eduardo Campos, ele continuava indisposto.

Segundo a assessoria informou ao G1, Lula estava dentro da aeronave quando o médico detectou o quadro de crise hipertensiva, com a pressão arterial do presidente a 18 por 12.

O médico aconselhou, então, Lula a ir ao Hospital Português e fazer uma bateria de exames. Ele passou por um eletrocardiogama, um raio-x no tórax, uma tomografia de tórax, um ecocardiograma e exames de sangue. Segundo a assessoria, todos os resultados não apontaram qualquer problema adicional, a não ser a pressão alta.

Os assessores informaram ainda que Lula foi medicado com diuréticos e sua pressão já estava normalizada em 13 por 8 por volta das 3h.

Pela manhã, Lula deve receber alta e decidirá junto com os médicos se retorna para Brasília ou irá a São Paulo para passar por uma nova bateria de exames.

Fonte: g1, www.g1.com.br