Lula vai ao Senegal e participa de Fórum Social Mundial

Ele brincou e disse que "vida de ex-presidente é melhor que de presidente".

O ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta segunda-feira (7) em Dacar, no Senegal, que o mundo precisa assentar as bases para "um novo modelo de desenvolvimento" e de regulação financeira.

A declaração foi feita após encontro com a líder socialista francesa Martiny Aubry, às margens do Fórum Social Mundial.

Lula e Aubry se referiram, além disso, aos trabalhos do G20 de potências desenvolvidas e países emergentes, que atualmente é presidido pela França, e pediram que o grupo se concentre em questões como o desemprego.



"No G20, podem dizer que não há nenhum problema e jamais se fala de desemprego", declarou Lula, no início da reunião com a socialista francesa.

Aubry concordou. "Estamos fora da realidade".

Depois do encontro, Aubry explicou ter conversado com o Lula sobre o próximo G20.

"Também falamos das relações entre a América do Sul e a África. A África começa a solucionar seus problemas, algo que a Europa não entende bem, mas outros países como a China e a Índia já compreenderam", assegurou.

"É necessário refletir sobre a forma com que podemos estabelecer juntos as bases de outros modelo de desenvolvimento. Lula tem a convicção de que hoje em dia não existe um líder no mundo, e principalmente na Europa, capaz de levar adiante essa mudança", acrescentou.

Lula disse que ficaria bem à França ter uma mulher na Presidência, como Dilma no Brasil, disse também Aubry.

Lula foi recebido pelo presidente do Senegal, Abdoulaye Wade, com quem brincou, dizendo que "a vida de ex-presidente é melhor que a de presidente".

O fórum, a reunião anual antiglobalização que neste ano coincide com os protestos populares no mundo árabe, começou neste domingo em Dacar com uma passeata de milhares de pessoas e com a participação, entre outros, do presidente da Bolívia, Evo Morales.

O número de participantes da manifestação chegou a 60 mil, segundo os organizadores.

Fonte: g1, www.g1.com.br