Luxemburgo não irá se candidatar ao Senado

Justiça eleitoral negou transferência de domicílio. Técnico não admite que queria vaga

Vanderlei Luxemburgo, técnico do Atlético Mineiro, não poderá ser candidato nas próximas eleições pelo Estado de Tocantins. O TRE (Tribunal Regional Eleitoral) do Estado negou o pedido de Luxemburgo para tentar transferir seu domicílio eleitoral para Palmas. O técnico não admitiu, mas rumores apontavam para uma candidatura ao Senado.

Procurada, a assessoria de Luxemburgo afirmou ao R7 que o técnico tem contrato com o Atlético Mineiro até dezembro de 2011 e que vai cumpri-lo até o final. A assessoria alegou ainda que ele nunca quis se candidatar a um cargo público e que pediu a transferência do domicílio eleitoral porque pretende morar no Estado após se aposentar.

Na decisão, a Justiça Eleitoral alegou que Luxemburgo não comprovou residência há pelo menos três meses na cidade, como é exigido pela Lei Eleitoral. A decisão foi tomada por maioria dos votos.

Fonte: r7