Maioria dos órgãos públicos está em redes sociais,diz levantamento

Maioria dos órgãos públicos está em redes sociais,diz levantamento

Comitê Gestor da Internet no Brasil ouviu 572 órgãos federais e estaduais. De 334 prefeituras entrevistas, 56% têm páginas nas redes sociais.

Levantamento do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) com 572 órgãos públicos de Executivo, Legislativo e Judiciário mostra que 88% dos órgãos federais e 73% dos estaduais estão presentes nas redes sociais.

O levantamento, realizado por telefone entre outubro e dezembro de 2013, também constatou que, entre 334 prefeituras ouvidas (5,9% do total de 5.570 no país), 56% têm páginas em redes sociais.

Segundo a assessoria do comitê gestor, as instituições que fazem parte do estudo foram selecionadas por meio de sorteio. As perguntas foram feitas diretamente ao chefe do departamento de tecnologia da informação e ao chefe da área de conteúdo digital.

?As instituições estão muito conectadas à internet, de diversas formas. Tanto do ponto de vista da gestão interna, quanto do relacionamento com o cidadão?, afirma Fabio Senne, coordenador de projetos e pesquisas do Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação, responsável pela execução do levantamento.

O estudo também aponta que 90% dos órgãos públicos federais e estaduais prestam algum tipo de serviço pela internet. Nas prefeituras entrevistadas, esse índice é de 66%. Mas quando a pesquisa distingue o tipo de serviço oferecido, esse percentual pode ser menor. Fazer download de formulários (80%), por exemplo, é mais permitido do que pagamento de boletos (25%), em páginas estaduais e federais.

"Os órgãos ainda têm bastante o que investir no sentido de ampliar as transações que o cidadão pode fazer pelo site, de forma que ele economize tempo e seja mais eficiente a forma de interagir com o governo?, avalia Senne, que acredita que os serviços oferecidos pelas instituções ainda são incipientes.

Fonte: G1