Mais de 135 milhões voltam às urnas para escolher presidente

Mais de 135 milhões voltam às urnas para escolher presidente

Também serão escolhidos governadores de oito Estados e Distrito Federal

Neste domingo (31), 135,8 milhões de eleitores brasileiros voltam às urnas para escolher o próximo presidente da República. Também devem sair da urna os nomes dos governadores de oito Estados e do Distrito Federal, onde a disputa foi levada para o segundo turno.

Para votar, o eleitor precisa ter em mãos apenas um documento com foto, como RG, carteira de motorista, carteira de trabalho ou passaporte. É preciso ficar atento porque, nestas eleições, os cidadãos brasileiros não poderão utilizar somente o título de eleitor para conseguir computar seu voto, já que ele não tem foto.

Uma dica importante é que eleitor chegue ao local de votação já sabendo qual é a sua seção. Quem não estiver com o título de eleitor, que contém esses dados, pode checar as informações no site do TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Na página, há a opção de consulta pelo nome ou pelo número do título de eleitor.

Outros documentos, como CPF e certidão de nascimento, também não serão aceitos nas eleições de 2010, por não conterem foto.

Como justificar o voto

O eleitor que estiver fora de seu domicílio eleitoral deve justificar sua ausência no dia da eleição em qualquer local de votação. É preciso levar o título de eleitor e um documento com foto.

Quem não justificar no dia da eleição, tem até o dia 30 de dezembro de 2010 para se apresentar no Cartório Eleitoral no qual é inscrito.

Voto em branco e votos nulos

O advogado especialista em direito eleitoral Fernando Molino diz que ?voto nulo é um protesto? e, assim como o voto em branco, ?acaba descartado da contagem dos votos?.

A Constituição Federal diz que o candidato a presidente precisa ter mais de 50% dos votos válidos, o que tira dessa conta os brancos e nulos. Se, por exemplo, 70% dos votos acabarem anulados, a Justiça Eleitoral só leva em conta os outros 30%. Assim, basta que um dos candidatos alcance mais de 15% dos votos para terminar com a faixa no peito.

Como escolher os candidatos

Além de levar os documentos necessários, o eleitor precisa escolher bem o seu candidato. Especialistas ouvidos pelo R7 aconselham os brasileiros a pesquisar o passado dos candidatos. Algumas dessas informações estão no site do TSE.

Também é preciso conhecer o partido do candidato, saber as ideias que defende e o que já fez de relevante na sua carreira pública. Além disso, é preciso saber se o candidato tem ficha limpa. Um grupo de organizações sociais fez uma listagem dos candidatos, que pode ser acessada aqui. Também não deixe de prestar atenção nos folhetos e no programa eleitoral transmitido pelo rádio e pela televisão.

Veja em quais Estados haverá segundo turno

Em oito Estados brasileiros e no Distrito Federal haverá votação em segundo turno para eleger os novos governadores. A maioria dos locais em que há indefinição fica no Norte (Rondônia, Roraima, Pará e Amapá) e Nordeste (Paraíba, Piauí e Alagoas), mas há casos também no Centro-Oeste (Goiás e Distrito Federal).

Fonte: R7, www.r7.com