Eleições 2012: Mão Santa declara apenas R$ 248 mil em bens

Eleições 2012: Mão Santa declara apenas R$ 248 mil em bens

Mão Santa é o que declarou possuir o maior patrimônio, ao todo R$ 248,1 mil, sendo R$ 205 mil de dinheiro em espécie, além de R$ 23,1 mil depositados.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou ontem o resultado dos registros de candidatura a prefeito e vereador do município de Parnaíba. Ao todo, cinco candidatos disputam o cargo de prefeito e 250 postulantes estão inscritos para as 17 vagas de vereador em Parnaíba.

Os candidatos a prefeito são Dr. Vinícius, Tererê, Florentino Neto, Mão Santa e Joãozinho da Unimagem. Desses, Mão Santa é o que declarou possuir o maior patrimônio, ao todo R$ 248,1 mil, sendo R$ 205 mil de dinheiro em espécie, além de R$ 23,1 mil depositados em conta corrente e uma casa no valor de R$ 19,3 mil. O candidato limitou seus gastos de campanha em R$ 2,5 milhões. O vice Léo Lages tem patrimônio declarado de R$ 153,2 mil, sendo o maior deles um carro avaliado em R$ 105 mil.

O segundo maior patrimônio declarado pertence a Florentino Neto. O petista disse ter bens avaliados em R$ 138,1 mil. Sendo o maior deles uma casa no bairro São Judas Tadeu, em Parnaíba, avaliada em R$ 115 mil. Florentino, que é natural de Buriti dos Lopes, pretende gastar na campanha até R$ 2 milhões.

O vice de Florentino Neto, o empresário Chagas Fontenele, acumula bens avaliados em R$ 1,3 milhão. O maior deles se divide em três cotas de capital das empresas Granja Ielnia, Agro-Avícola e Coave que somam R$ 558,1 mil. O candidato ainda tem R$ 256 mil guardados em aplicação no Banco do Brasil.

O candidato Dr. Vinícius tem patrimônio declarado de R$ 80 mil e pode gastar na campanha até R$ 1,9 milhão. O carioca é médico e tem como vice a policial militar Ana Cláudia, que não declarou seu patrimônio à Justiça Eleitoral.

O tucano Tererê tem patrimônio de "apenas" R$ 46 mil, sendo o principal deles um Honda Civic 2004/2005 avaliado em R$ 20 mil. Já o seu vice, o engenheiro José Alves Neto declarou patrimônio de R$ 1,4 milhão, sendo formado por terrenos e veículos - o principal deles é um terreno 100x100 na BR-343 avaliado em R$ 600 mil. Tererê pretende gastar R$ 500 mil na campanha em Parnaíba.

Joãozinho da Unimagem encerra a avaliação de bens declarados dos candidatos tendo apresentado apenas um veículo no valor de R$ 15 mil. O seu vice, Fernando Gomes, declarou possuir bens que somam R$ 241,1 mil com uma casa avaliada em R$ 150 mil em Parnaíba. O candidato pretende gastar R$ 2 milhões na campanha no segundo maior município do Piauí.

Fonte: Jornal Meio Norte