Mão Santa é julgado hoje pelo STF

O julgamento foi adiado em dezembro de 2007, após o pedido de vista do ministro Gilmar Mendes.

Acusado há 12 anos pela Procuradoria-Geral da República, o senador Mão Santa (PSC) terá seu processo julgado hoje pelo Supremo Tribunal Federal. O ex-governador é acusado de peculato, ou seja, corrupção praticada por agentes públicos. A acusação afirma que Mão Santa teria contratado, ainda em 1998, quando era governador, 913 funcionários fantasmas através da Secretaria estadual de Administração.

De acordo com o advogado especializado em causas eleitorais, Willian Guimarães, o STF julgará apenas o recebimento da ação penal. ?Só a partir daí o Supremo decidirá se o processo terá início?, explicou, ressaltando que, legalmente, a ação não tem interferência na eleição de Mão Santa já que oc rime não é eleitoral.

A despesa extra das contratações adicionais estaria calculada em R$ 758.317. O dinheiro teria sido utilizado, supostamente, na campanha da reeleição de Mão Santa. O julgamento foi adiado em dezembro de 2007, após o pedido de vista do ministro Gilmar Mendes.

O cientista político Cléber de Deus argumenta que o senador já havia sido cassado uma vez por corrupção quando ainda era governador e por isso, a repercussão de uma outra condenação poderia ter efeito restrito na população nas vésperas de mais uma eleição. ?O corrupção não está no ranking de corrupção dos brasileiros, mas os adversários podem usar isso a favor deles?, pontua. (S.B.)

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte