Mão Santa pede votação rápida de projeto pela Câmara Federal

Mão Santa pede urgência na votação do projeto de lei que estabelece o piso salarial dos médicos e dentistas.

O senador Mão Santa (PSC) repercutiu no plenário do Senado Federal dois emails selecionados entre as centenas que recebeu de profissionais da área médica que pediam urgência na votação do projeto de lei que estabelece o piso salarial dos médicos e dentistas.

O parlamentar fez questão de convocar as entidades médicas para lançarem manifestações no sentido de pressionar os membros da Câmara Federal, onde tramita atualmente o projeto de lei. Mão Santa ressaltou que, durante a passagem da matéria pelo Senado, ele a defendeu na Comissão de Assuntos Econômicos, Comissão de Constituição e Justiça, na Comissão de Assuntos Sociais e na Subcomissão de Saúde.

O senador lembrou que projeto de lei altera o dispositivo da Lei nº 3.999, de 15 de dezembro de 1961, para fixar o valor do piso salarial e a jornada de trabalho dos médicos e cirurgiões-dentistas em R$ 7 mil.

Um dos pedidos era do dentista, servidor público de Cubatão (SP), Ivan Alves da Silva. ?Pelo amor de Deus, Socorro. Onde anda o PLS 140/09 que estabelece o piso salarial dos médicos e dentistas? Já não consigo sobreviver com o salário que como servidor público recebo depois de mais de 25 anos de trabalho, de aproximadamente 1300 reais?, implorou o servidor.

Segundo Mão Santa, o Governo Federal ainda tem muito o que resolver a respeito das distorções salariais. Ele criticou o pagamento de 60 mil cargos comissionadas DAS-6, no valor de R$11.848,00.

Fonte: Ascom