Marcelo Castro fala sobre cargos na PMT e Governo

Marcelo Castro reafirmou que o PMDB não está indicando nenhum nome para ocupar cargo na prefeitura.

O presidente do PMDB, deputado federal Marcelo Castro reafirmou que o PMDB não está indicando nenhum nome para ocupar cargo na prefeitura de Teresina e que a decisão do partido sobre a sucessão estadual não deve atingir implicar na saída de ninguém das pastas que estão ocupando. Com relação ao governo Wilson Martins o Castro disse que caso o PMDB saia da base os cargos serão entregues imediatamente e que isto é bastante natural, portanto não há nem o que discutir.

Marcelo Castro reafirmou que o anúncio do posicionamento da agremiação deve ocorrer até o início de maio e enfatizou que, se a maioria optar por uma candidatura de oposição todos irão seguir e entregarão os cargos obtidos no Governo do Estado.

?Se a decisão for não apoiar o atual governador Wilson Martins, entregaremos os cargos. Já na Prefeitura de Teresina é diferente. O PMDB não indicou ninguém na administração do prefeito Elmano Ferrer, então não podemos determinar que ninguém saia?, explicou o deputado federal.

Na disputa pelo Senado, o partido pode não formalizar acordo vinculado ao nome defendido ao governo. Marcelo Castro disse que a definição pode ocorrer somente ao candidato ao governo, sem obrigatoriedade de votar nos candidatos a senador e presidente defendidos por aquele nome.

?Há casos que podemos esclarecer melhor. Se o PMDB apoiar o Silvio Mendes, não temos obrigação de votar no Serra, até mesmo porque o PMDB vai indicar o vice na chapa da Dilma Roussef. Podemos fazer um acordo estadual que não tenha nada a ver com a eleição nacional, da mesma forma podemos fechar acordo de voto para um candidato do governo sem incluir o candidato a senador dele?, argumentou o peemedebista.

Fonte: Ascom