Deputado Marco Maia assina atos para criar três CPIs na Câmara

Deputado Marco Maia assina atos para criar três CPIs na Câmara

CPIs vão focar tráfico de pessoas, trabalho escravo e exploração sexual

O presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia (PT-RS), autorizou na noite desta quinta-feira (2), primeiro dia do retorno dos trabalhos legislativos, a criação de três comissões parlamentares de inquéritos (CPIs). As três são ligadas aos direitos humanos. A primeira será para investigar o tráfico de pessoas, a segunda a exploração sexual de menores e a terceira, o trabalho escravo.

Embora o ato de criação tenha sido assinado, para que as comissões passem a existir, é preciso que o ato seja lido no plenário da Câmara, e os líderes partidários façam as indicações dos nomes que vão compor cada uma delas.

Proposta pelo deputado Arnaldo Jordy (PPS-PA), a CPI do tráfico de pessoas terá o objetivo de investigar as ocorrências e os responsáveis por estes crimes no período de 2003 a 2011. Já a CPI da exploração do trabalho escravo foi proposta pelo deputado Cláudio Puty (PT-BA). O deputado utilizou como base uma lista divulgada pelo Ministério do Trabalho, que traz o nome de empregadores que exploram a força de trabalho.

Já a CPI que pretende apurar a exploração sexual de crianças e adolescentes foi proposta pela deputada Liliam Sá (PSD-RJ), e é baseada em denúncias e matérias veiculadas na imprensa sobre o abuso de menores.

Fonte: G1