Valério sem provas das acusações ,recusa oferta de acordo e esvazia apuração contra Lula

Valério sem provas das acusações ,recusa oferta de acordo e esvazia apuração contra Lula

Com a recusa de Valério foi apurado que aumentou o ceticismo dos investigadores em relação ao desenrolar da apuração.

O empresário Marcos Valério de Souza recusou a oferta de delação premiada no inquérito que investiga a suspeita de envolvimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do ex-ministro Antonio Palocci com o esquema do mensalão.

Autor das acusações contra Lula e Palocci, Valério disse em depoimento em abril à Polícia Federal e ao Ministério Público, em Minas Gerais, que só aceitaria o acordo caso fosse beneficiado em todos os outros inquéritos criminais abertos contra ele.

A delação é um instrumento legal se for verdade as acusações ,que estimula acusados a colaborar com investigações em troca de benefícios que vão da redução da pena até o perdão judicial.

Com a recusa de Valério --condenado pelo Supremo Tribunal Federal a mais de 40 anos de prisão por operar o mensalão--, foi apurado que aumentou o ceticismo dos investigadores em relação ao desenrolar da apuração, e versões anteriormente faladas pelo condenado.

A investigação contra Lula e Palocci começou após Valério ter declarado sem provas ao Ministério Público, em setembro do ano passado, que os dois petistas negociaram com Miguel Horta, então presidente da Portugal Telecom, repasse de US$ 7 milhões ao PT.

Fonte: UOL