Marden Menezes acusa governo de "autoritarismo"

Marden Menezes acusa governo de "autoritarismo"

Marden Menezes disse que lamentava a conduta do PT (Partido dos Trabalhadores) de impedir a apuração de denúncias sobre o Iapep

 Ao ocupar a tribuna na sessão de hoje (08), o deputado Marden Menezes (PSDB), 3º vice-presidente da Assembléia Legislativa, acusou o governo de agir com autoritarismo e sem transparência “ao tentar esconder fatos graves” que envolvem o Iapep-Saúde e o Plamta.

Marden Menezes disse que lamentava a conduta do PT (Partido dos Trabalhadores) de impedir a apuração de denúncias sobre o Iapep feitas, segundo ele, por um parlamentar da base governista, o deputado Marcelo Castro (PMDB). O deputado tucano declarou que é competência da Assembléia Legislativa fiscalizar e apurar denúncias que envolvam órgãos estaduais.

“O Governo não deixa que o povo tome conhecimento da situação por que passa o Iapep”, assinalou ele. Em aparte, o deputado Mauro Tapety (PMDB) disse que o requerimento apresentado por Marden Menezes pedindo a apuração das denúncias iria constatar o desvio de recursos do Iapep na Secretaria de Fazenda, que é responsável pela arrecadação do pagamento do Iapep-Saúde e do Plamta feito pelos funcionários estaduais.

O deputado Antônio Félix (PPS) afirmou que tem recebido um grande número de reclamações envolvendo o Iapep e acrescentou que “nossa obrigação é de fiscalizar, de ver o que está certo e o que está errado”. Marden Menezes leu declarações do deputado Marcelo Castro divulgadas pelo portal Cidade Verde de que “o Iapep é um órgão mal gerido e mal administrado” e ressaltou que “essa situação precisa, merece e deve ser apurada”.

Fonte: Alepi, www.alepi.pi.gov.br