Margarete participa da posse do novo superintendente da Sudene

O Piauí é um dos primeiros a serem visitados por João Paulo

A governadora em exercício, Margarete Coelho, participou, na terça-feira (29), da posse do novo superintendente da Sudene (Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste), João Paulo Lima, ex-prefeito de Recife-PE.  O evento, no auditório da Sudene, contou com a presença do Ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi; dos governadores de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB); da Paraíba, Ricardo Coutinho, e do Ceará, Camilo Santana; e do vice-governador da Bahia, João Leão.

Em seu pronunciamento, Margarete Coelho informou ao novo superintendente da Sudene que estava levando o abraço do governador Wellington Dias, que segue em Washington (EUA), onde negocia recursos de R$ 960 milhões junto ao Banco Mundial para investimentos em infraestrutura, segurança, educação, turismo, desenvolvimento rural e regularização fundiária. "Estou trazendo o abraço do seu grande amigo Wellington Dias, o governador do Estado do Piauí, o nosso índio guerreiro, seu parceiro de tantas lutas. Mas, a cima de tudo, para dizer que nós acreditamos no Brasil. Nós acreditamos na resiliência das nossas instituições e no seu  compromisso", ressaltou.

O novo superintendente da Sudene, João Paulo, garantiu que sua gestão vai ser norteada a partir de três prioridades, entre elas, o resgate da credibilidade do  órgão diante dos estados. “Resgatar a força política da Sudene no Nordeste, tentar negociar a execução dos programas de ações e implantar uma gestão inovadora com o fortalecimento técnico da gestão vão ser as minhas prioridades”, afirmou o superintendente, acrescentando que vai também fortalecer e ampliar a articulação regional para uma maior competitividade em relação às demais regiões do país. 

A Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste é uma autarquia especial, administrativa e financeiramente autônoma, integrante do Sistema de Planejamento e de Orçamento Federal, vinculada ao Ministério da Integração Nacional. Além de Pernambuco, também integram a Sudene os estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Rio Grande do Norte, Paraíba, Sergipe, Piauí e parte de Minas Gerais e do Espírito Santo.

De acordo com ministro da Integração, é necessário acontecer primeiramente e o mais rápido possível uma reunião com todos os governadores ligados à Sudene para definir quais as prioridades do Nordeste, assim como estabelecer uma nova política que defina a forma de aproveitar os recursos para que a Sudene possa dar apoio total à região Nordeste e aos estados de Minas Gerais e do Espírito.

O Piauí é um dos primeiros a serem  visitados por João Paulo, que enfatizou também como prioridade a educação, a ciência e tecnologia, o desenvolvimento produtivo e a sustentabilidade.

Na oportunidade, a governadora do Piauì ressaltou a importância da Sudene para a economia do Nordeste. “A Sudene sempre teve um valor enorme para o nosso povo e para o Nordeste, que é uma região tão peculiar do Brasil. Nós acreditamos e confiamos na sua experiência de grande gestor e transformador. Faça pelo Nordeste o que o senhor fez por Recife”, pontuou.


Fonte: Com informações do piaui.pi.gov.br