Marina diz que Kassab pesca candidato em águas alheias

Marina participou nesta sexta-feira de entrevista exclusiva

A intenção do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, em alavancar o nome de seu secretário municipal do Verde e Meio-Ambiente, Eduardo Jorge (PV), à sua sucessão, é vista pela ex-candidata à presidência da República, Marina Silva, como uma pesca em águas alheias. Segundo ela, o PV precisa primeiro passar pelo seu processo interno, para depois pensar em ter um candidato que seja coerente ao que se espera do partido.

"Tudo bem que queremos que o PV seja um partido em rede, capaz de dialogar com os núcleos vivos da sociedade, mas daí a pescar em águas alheias é outra coisa", disse. De acordo com ela, além de Eduardo Jorge, o ex-candidato ao Senado Ricardo Young (PV) já manifestou interesse em disputar o pleito. Fabio Feldmann, que tentou o governo do Estado pelo partido, não pretende encarar a disputa à prefeitura, mas sim trabalhar pelo nome que o partido escolher.

Marina afirmou que o PV tem de fazer um planejamento forte para todas as capitais e ser transparente em suas decisões internas. "Não se pode pensar apenas no poder pelo poder. Passamos a campanha inteira falando em um jeito diferente de se fazer política e o partido tem de se democratizar. As escolhas não podem ser feitas de cima para baixo e as bases precisam ser ouvidas", afirma.

Fonte: Terra, www.terra.com.br