"Marrecas" é exemplo por todo Piauí

Medeiros é pré-candidato ao Governo do Estado e passou este final de semana pelo Festival da Uva

Projetos semelhantes ao Assentamento Marrecas deverão ser ampliados no Piauí, acredita o secretário estadual de Educação, Antônio José Medeiros.

De acordo com ele, que possui estreita ligação com os movimentos rurais, a intenção no futuro é fazer com que "toda a agricultura familiar no Estado trabalhe nos moldes dos exemplos positivos que estamos colhendo agora", destacou.

Medeiros é pré-candidato ao Governo do Estado e passou este final de semana pelo Festival da Uva, em São João do Piauí.

"Cada região do Estado tem suas potencialidades agrícolas. Por este motivo que o governo dividiu o Piauí em territórios de desenvolvimento. Em todas elas, projetos produtivos, como produção e manufatura de mel, caju, leite, hortas orgânicas, entre várias outras culturas, estão em funcionamento", pontuou, ressaltando que "a assistência técnica permanente e a infra-estrutura de produção e comercialização, vão garantir a lucratividade e manutenção destas unidades".

Segundo Antônio José, o programa começa com o acesso a terra ao pequeno produtor, que vem sendo feito através do Crédito Fundiário, cujo investimento somou mais de R$ 180 milhões no Piauí desde 2003.

Em seguida vem o crédito para a pequena produção, que em 2010 deverá ultrapassar R$ 200 milhões. O terceiro ponto está na presença de empresas como a Embrapa e Emater, que ampliaram o acesso a assistência técnica no interior.

"Potencial nós temos de sobra. Só nos faltava a vontade de investir", argumenta Medeiros. Ele avalia que o atual investimento na construção de estradas fortalece o setor agropecuário piauiense.

"Quando chegamos ao poder, havia apenas 2 mil quilômetros construídos. Agora, recuperamos o que já existia e vamos entregar mais 3 mil quilômetros de asfalto novo", finaliza.

Fonte: Francisco Lima e Sávia Barreto