Medeiros assume apoiar Neto e PT aprova mudança

A cúpula petista já se articula para trocar o pré-candidato que disputará a indicação do governador Wellington Dias

A cúpula petista já se articula para trocar o pré-candidato que disputará a indicação do governador Wellington Dias (PT) como cabeça de chapa da base aliada. Com a derrubada dos critérios estabelecidos no final do ano passado, a discussão gira agora em torno da busca por um nome de consenso.

A principais lideranças do PT se reuniram na tarde de ontem na casa do presidente regional do partido, o deputado estadual Fábio Novo, e admitiram que o ex-secretário de Fazenda, Antônio Neto possa ocupar o lugar do secretário estadual de Educação e atual pré-candidato da sigla, Antônio José Medeiros. Antônio José, inclusive, declarou que defende um quinto nome como alternativa ao impasse da sucessão estadual no bloco governista.

?Os critérios foram zerados e se existem forças criando problemas para o governador, essas forças não vêm do PT?, ressaltou Medeiros. O secretário lembrou que o documento entregue à Dias pela Executiva do partido, sinalizando para a indicação de um petista como cabeça de chapa com a permanência do governador no cargo, ainda é válido. ?Teremos a certeza de continuidade do projeto se esse candidato for do PT?.

Antônio José sugeriu ontem que os quatro pré-candidatos renunciassem em favor de uma decisão independente de Wellington Dias. A sugestão não foi bem recebida por nenhum pré-candidato. O senador João Vicente Claudino, o vice-governador Wilson Martins (PSB) e o deputado federal Marcelo Castro (PMDB) rebateram que as pré-candidaturas estão mantidas. Fábio Novo destacou ao Jornal Meio-Norte que aguarda o posicionamento do governador para concretizar a possível mudança de nomes petistas.

?O governador pediu carta branca para dialogar com os outros partidos. Acreditamos que até o dia 5 de abril ele terá uma posição?, argumentou. E completou: ?Em time que está ganhando cabe um reserva e uma substituição?. Antônio Neto erá o pré-candidato do PT e foi trocado por Medeiros em outubro do ano passado, após o baixo desempenho nas pesquisas de intenção de voto. Caso não faça parte da chapa majoritária, Antônio José já adiantou que não disputará nenhum cargo nas eleições deste ano. (S.B.)

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte