Médica cubana vai entrar na Justiça contra o programa Mais Médicos

ela será desligada do programa Mais Médicos e deve entrar com uma ação trabalhista na Justiça do Pará

Ramona Matos Rodriguez será contrata pela Associação Médica Brasileira (AMB), em Brasília. Além disso, ela será desligada do programa Mais Médicos e deve entrar com uma ação trabalhista na Justiça do Pará, segundo informações divulgados pelo deputado federal Ronaldo Caiado (DEM-GO), nesta quinta-feira (6/2) no Twitter

O deputado afirmou que a médica cubana solicitará o pagamento do valor que deixou de receber nos últimos quatro meses que esteve no município de Pacajá (PA) e ressarcimento por danos morais. Na AMB, a Ramona deve exercer cargo administrativo e depois passar pelo Sistema de Revalidação de Diplomas Médicos (Revalida) para atuar como médica.


Médica cubana entrará na Justiça contra o programa Mais Médicos

"Paralelo à ação de Ramona, o Democratas (DEM) vai protocolar também representação para que o Ministério Público do Trabalho entre com uma ação coletiva", concluiu Caiado.

?Fui enganada pelo governo de Cuba. Fizeram-me assinar um contrato com um valor e quando vim para cá e falei com outros médicos colombianos e venezuelanos soube que eles estavam recebendo R$ 10 mil?, contou ela.

Fonte: Correio Brasiliense