Meirelles se reúne com Lula nesta terça para discutir candidatura

Presidente do BC pode deixar governo para disputar eleições de outubro.

O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, se reúne nesta terça-feira às 15h com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva para definir se deixa o governo para se candidatar às eleições de outubro. Há especulações de que Meirelles concorreria a uma vaga no Senado Federal, pelo estado de Goiás, ao governo do estado, ou à vice-presidência da República na chapa de Dilma Rousseff, do Partido dos Trabalhadores (PT). Ele é filiado ao PMDB.

Nesta segunda-feira (29), ao ser questionado sobre a possível saída de Meirelles do governo, Lula disse ainda haver tempo para uma decisão. ?Tem muito tempo ainda [para Meirelles resolver se deixa o BC]. Vinte e quatro horas para mim é um tempo infinito?, disse Lula no Itamaraty, logo antes de receber o presidente do Uruguai, José Mujica.

Na próxima quarta (31), Lula empossa os substitutos dos cargos deixados ministros que saírem governo. A expectativa é de que mais de 10 ministros se candidatem a cargo eletivo. O prazo de desincompatibilização termina no final desta semana.

Além de Meirelles, dois ministros que pretendem se candidatar às eleições de 2010, Patrus Ananias (PT), do Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome, e o ministro-chefe da Secretaria de Portos, Pedro Britto (PSB), têm reunião marcada com o presidente nesta terça.

Mais cedo nesta segunda, o ministro de Relações Institucionais, Alexandre Padilha, disse que, se deseja sair do governo, Meirelles deveria se definir antes de conversar com o presidente, porque Lula iria convencê-lo a ficar. ?Eu sempre digo: quem chega indefinido, o presidente convence a ficar. O presidente Lula tem dito que o desejo dele é que todos os ministros fiquem?, disse.

Substitutos

Padilha afirmou ainda que Lula deve marcar uma reunião na próxima semana com todos os substitutos para garantir a continuidade dos projetos de governo. ?O presidente quer manter a continuidade das ações e já reiterou que deve nomear membros dos ministérios para ocupar os cargos deixados por ministros que desejem se candidatar?, disse.

É provável que, entre outros, saiam do governo os ministros da Agricultura, Reinholds Stephanes, das Comunicações, Hélio Costa, e do Desenvolvimento Social, Patrus Ananias. ?Eles [Stephanes, Costa e Patrus] ainda vão conversar com o presidente?, disse. Mais de 10 ministros devem deixar os cargos para se candidatar nas eleições deste ano.

"Muito tempo ainda para pensar" Na semana passada Meirelles disse que ainda não tinha decidido se concorreria nas próximas eleições. "Ainda não estou [resolvido]. Vamos aguardar a próxima semana. Vou conversar com o presidente [Luiz Inácio Lula da Silva]. Tem muito tempo ainda para pensar", disse o presidente do BC a jornalistas.

Também na semana passada, o presidente Lula confirmou que conversaria com Meirelles esta semana. "Não sei se ele quer ser candidato", disse o presidente a jornalistas. Meirelles é o presidente do BC mais longevo, no cargo há mais de sete anos. É cotado para substituí-lo o diretor de Normas da autoridade monetária, Alexandre Tombini.

Fonte: g1, www.g1.com.br