Mesa redonda debate sobre nova ponte entre Piauí e Maranhão

A mesa redonda foi uma proposição do deputado Silas Freire

Image title

Em mesa redonda realizada, na manhã desta segunda-feira (23), por proposição do deputado federal Silas Freire (PR-PI), autoridades do Piauí e Maranhão debateram sobre a construção de uma ponte entre as cidades de Teresina e Timon e ainda a duplicação das BRs 316 e 343, nos acessos à capital.

O deputado Silas Freire, que também preside a Frente Parlamentar para a duplicação dos acessos a Teresina, destacou o empenho para solucionar o problema de mobilidade urbana entre os dois estados “São 400 mil veículos em Teresina, são 41 mil veículos em Timon e esses veículos circulam nesse entorno. Todas as cidades da grande Teresina e toda essa confluência fazem com que o nosso entorno rodoviário seja o segundo maior do país perdendo apenas pro distrito federal, por isso que defendemos a duplicação da BR 343 e da BR 316.” destacou o parlamentar.

Representando o governo do Estado, o secretário de Transportes Guilhermano Pires informou que há projetos para novas pontes ligando os Estados. "Seriam nove pontes ligando os dois Estados e uma ou duas contemplando Teresina", ressaltou o secretário. Entre as pontes voltadas para Teresina há uma voltada para a região do Rodoanel e outra na Alameda Parnaíba. No que diz respeito à duplicação, o secretário explicou: "São duas obras federais que o Estado assumiu a partir de operação de crédito. O governo do Estado está tentando junto ao governo federal que assuma as obras e os recursos sejam distribuídos em outras obras", ressaltou

Para o prefeito de Timon-MA, Luciano Leitoa , dependendo dos resultados, haverá prolongamento da Avenida Piauí, em Timon, dando uma mobilidade maior para quem vem das cidades de Teresina e São Luis. "É uma ideia que está em discussão. O contorno da cidade de Timon é outra problemática, pois todo o trânsito pesado que vem por Teresina, passa por Timon. Se inicia aqui um trabalho muito importante que deverá ter feitos positivos rapidamente", diz o prefeito.

O diretor executivo nacional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Gustavo Adolfo, afirmou que será feito estudo de viabilidade para obras no contorno das duas cidades, que deve ser concluído em um prazo de cinco meses.

“ O DNIT nacional disse hoje , aqui na nossa mesa redonda, que em 6 meses estará iniciando a obra do contorno, ou seja, do rodoanel até a BR 226. Isso vai tirar as carretas que hoje entram pra BR 316 e vão pro Maranhão e representam cerca de 70 % dos veículos. Com isso, elas ali mesmo atravessarão pro Maranhão e não vão mais pra Tabuleta, o que vai desafogar o trânsito tanto de Timon como de Teresina.” comemorou Sila Freire.

Fotos: Jefferson Lima


Image title

Image title

Image title


Fonte: assessoria