Mesmo afastado, Cunha manterá privilégios de presidente

Cunha poderá ficar na residência oficial e usar aviões da FAB

Mesmo após ter sido afastado do mandato de deputado por ordem do ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki, afastamento mantido em decisão colegiada dos ministros do STF, na tarde desta quinta-feira (05), Eduardo Cunha (PMDB-RJ) terá direito a todos os privilégios de presidente da Câmara enquanto mantiver o diploma parlamentar.

A Secretaria-Geral da Casa informou que, ao longo do período em que durar a suspensão do mandato, Eduardo Cunha poderá continuar usando a residência e o carro oficial da presidência da Câmara, além de continuar sendo acompanhado por uma equipe de seguranças e ter direito a usar o jato da Força Aérea Brasileira (FAB).

O peemedebista também manterá todos os benefícios de deputado federal, como foro privilegiado, salário de R$ 33.763,00, benefícios como auxílio-moradia ou apartamento funcional, cota parlamentar (para custear passagens aéreas, gasolina, gastos com telefone e escritório parlamentar no respectivo estado – o valor varia conforme o estado) e verba de gabinete no valor de R$ 92.053,20 para o pagamento de assessores.


Eduardo Cunha (Crédito: Reprodução)
Eduardo Cunha (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do G1