Michel Temer anuncia saída da presidência da Câmara amanhã

Michel Temer anuncia saída da presidência da Câmara amanhã

O posto que deverá ser ocupado internamente pelo 1º vice-presidente, Marco Maia (PT-RS)

O vice-presidente eleito, o deputado federal Michel Temer (PMDB-SP), informou nesta terça-feira (14) que irá apresentar a carta de renúncia ao cargo de presidente da Câmara dos Deputados nesta quarta-feira (15), posto que deverá ser ocupado internamente pelo 1º vice-presidente, Marco Maia (PT-RS).

Maia disputa internamente no partido a presidência da Câmara para o próximo biênio com o líder do governo, Cândido Vaccarezza (PT-SP) e o ex-presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP). Pela manhã, os petistas se reuniram na sede da legenda, em Brasília, para definir o nome do escolhido. No entanto, a falta de consenso entre os blocos do partido fez com que o encontro fosse interrompido e será retomado apenas no meio da tarde de hoje.

Questionado sobre quem apoiaria, Temer desconversou. ?É uma questão interna do PT. Eles vão ter que decidir isso. Estão decidindo democraticamente. Será a vontade soberana do partido. Se houver consenso, melhor.?

Com relação ao mandato de deputado, o peemedebista afirmou que também deverá renunciar até o fim do mês, para poder ser empossado, ao lado da presidente eleita Dilma Rousseff no Palácio do Planalto, mas não confirmou a data.

Diante de um dos mais polêmicos temas colocados em pauta em plenário ? a legalização dos bingos ? Temer evitou se posicionar contra ou a favor do projeto. Apenas, destacou que não o colocou em pauta enquanto presidia a Casa.

?Cautelas verbais?

Ao ser indagado sobre o possível convite ao deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE) para voltar ao ministério da Integração Nacional, Temer lembrou que não cabe a ele decidir, porém já aconselhou o parlamentar como deve ser sua postura em um futuro cargo.

?É escolha da presidente. É evidente que a partir de agora ele vai tomar as cautelas verbais que o cargo dele exigirá em face especialmente da presidência e da vice-presidência?, disse no caso de se confirmar o rumor.

Fonte: UOL