Michel Temer é o presidente com mais MPs desde a era Collor

Em apenas dois meses, Temer editou 16 medidas provisórias.

Mesmo atuando como presidente interino, Michel Temer (PMDB), é o presidente do Brasil que mais editou medidas provisórias no início de uma gestão desde a era de Fernando Color (1990) e seu polêmico plano de enfrentamento da inflação com o confisco da poupança e de depósitos bancários.

Em apenas dois meses, Temer editou 16 medidas provisórias, que é o principal instrumento usado pelo Executivo para legislar e que deve se ater a temas com urgência e relevância.

Em outros pontos pontos, as MPs de Temer tratam da redução dos ministérios, de propostas para a recuperação da economia, tentativa de incentivar as concessões, alteração nas regras de financiamento estudantil e até de recuo como a recriação do Ministério da Cultura.

Esse grande número de edição de MPs é uma reclamação velha de congressistas sob o argumento de que o Executivo usa o mecanismo para assuntos que não têm urgência nem relevância.

Michel Temer (Crédito: Reprodução)
Michel Temer (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações da Folha de São Paulo