Ministério da Integração anuncia R$ 6 milhões ao Piauí

Foram apresentadas duas soluções

Após o anúncio de ajuste fiscal pelo Governo Federal, o governador Wellington Dias esteve ontem em Brasília, em busca do novo cronograma de liberações de recursos para garantir a continuidade de obras estratégicas para o Estado.

Do Ministério da Integração veio a confirmação e imediata assinatura de convênio, na quarta-feira, para a liberação de R$ 6 milhões para infraestrutura hídrica.

De acordo com o ministro da Integração, Gilberto Occhi, o apoio ao estado do Piauí, definido pela presidente Dilma Rousseff, é de que as cidades que hoje se encontram com dificuldade hídrica possam ser atendidas de forma mais urgente.

"Hoje, o Piauí recebeu a garantia do repasse através da Defesa Civil Nacional. É uma ajuda importante do Governo Federal que dará resposta imediata às famílias", afirmou.

Segundo o governador Wellington Dias, esse recurso garante o prosseguimento das obras da Adutora de Bocaina, Piaus, projetos como Tabuleiros Litorâneos, Platôs de Guadalupe, Marrecas e Jenipapo. A cidade de Pedro II, que tem situação emergencial em decorrência da previsão de escassez hídrica no açude da Joana, será também beneficiada.

Foram apresentadas duas soluções, através de barragem de engate rápido, a partir de poços já perfurados ou o atendimento com carros-pipa, numa parceria entre a Secretaria da Defesa Civil do Estado e a Defesa Civil Nacional.

"O Ministério prorrogou o reconhecimento da situação dos efeitos da pouca chuva em algumas regiões. O Estado vai entrar com R$500 mil", declarou Dias.

Na reunião, também foi iniciado entendimento para a definição de um cronograma de liberação para as obras da barragem de Nova Algodões, no rio Parangi, em Cocal.

"Teremos ainda que dar agilidade na abertura de concorrência para o contrato da obra de Castelo e da barragem de Milagres. Esta última, necessitará de nova licitação com previsão de finalização até outubro", acrescentou o governador.


Participaram da audiência com o ministro da Integração, Gilberto Occhi, o senador Ciro Nogueira, o diretor- presidente do Instituto de Desenvolvimento do Piauí (Idepi), Francisco Monteiro, o deputado federal Assis Carvalho, a prefeita de Pedro II, Neuma Café, e o superintendente de Representação do Piauí em Brasília, Roberto John.

Fonte: Jornal Meio Norte