Ministério pode aumentar teto para aquisição de cadeiras de rodas

Medida atende solicitação da secretária Rejane Dias (Seduc)

Dentro de 90 dias, um grupo de trabalho do Ministério da Saúde deverá apresentar parecer sobre a possibilidade do aumento do teto para a compra de cadeiras de rodas. A decisão do ministro Marcelo Castro atende pedido de uma comitiva que esteve no Ministério da Saúde, formada pela secretária de Estado da Educação, Rejane Dias; secretário para Inclusão das Pessoas com Deficiência, Mauro Eduardo; e representantes da Associação dos Cadeirantes do Município de Teresina (Ascamte), entre outras entidades.

Rejane Dias argumentou, durante o encontro com o ministro, que o valor atual, estabelecido pelo Ministério da Saúde, de R$ 550, está defasado e não dá para comprar uma cadeira de rodas básica.

“A ideia é estabelecer um preço adequado, porque a queixa dos pacientes atendidos pelo Centro Integrado de Reabilitação (Ceir) é que esse valor não permite a compra de uma cadeira de qualidade”, observa a gestora.

O grupo deverá estudar, também, a questão da certificação de cadeiras de rodas e as exigências que devem ser estabelecidas nos processos licitatórios para assegurar a aquisição de produtos com qualidade.  

Image title

Fonte: Com informações do Portal do Governo