MP denuncia ex-deputado por morte de dois jovens

O veículo conduzido pelo ex-deputado atingiu velocidade entre 161 km/h e 173 km/h

O Ministério Público do Paraná denunciou o ex-deputado estadual Fernando Carli Filho por duplo homicídio qualificado, por dirigir embriagado e ainda desrespeitar a suspensão da Carteira Nacional de Habilitação. De acordo com a denúncia, o ex-deputado dirigia alcoolizado e em alta velocidade.

No dia 7 de maio, Carli Filho atingiu um carro em que estavam dois rapazes em Curitiba. Antes do acidente, o ex-deputado estava em um restaurante, onde havia ingerido bebida alcoólica. Ele saiu dirigindo seu veículo, mesmo ciente de que poderia provocar acidentes. Carli Filho também estava com a carteira de habilitação suspensa, após ter cometido várias infrações de trânsito, a maioria delas por excesso de velocidade.

Ainda segundo a denúncia, o veículo conduzido pelo ex-deputado atingiu velocidade entre 161 km/h e 173 km/h, o que representa entre 168% e 188% superior à permitida para o local, que é de 60 Km/hora. A alta velocidade provocou a decolagem do veículo cerca de 1 metro acima do asfalto, momento em que atingiu o carro onde estavam as vítimas. Os dois rapazes morreram no local.

?Em 14 anos de atuação no Ministério Público do Paraná, sendo os últimos dois na Promotoria de Delitos Trânsito, este foi o caso de infração praticada no trânsito mais violento em que atuei?, afirmou a promotora de Justiça Danuza Nadal. ?Confio na justiça e espero que a resposta penal seja repressiva e proporcional à gravidade do crime praticado. Também espero que seja educativa, para que o denunciado e outros motoristas adotem maior cautela ao dirigir e comecem a pensar o veículo somente como um meio de transporte e não como instrumento para ceifar vidas humanas".

Fonte: g1, www.g1.com.br