Ministro credencia 21 novos leitos para tratamento no HGV em THE

O anúncio foi feito durante a inauguração da primeira Casa de Acolhimento Transitório Infanto Juvenil (CATi) do Piauí

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, anunciou ontem durante visita a Teresina que o credenciamento de 21 novos leitos do Hospital Getúlio Vargas (HGV) para tratamento de usuários de álcool e drogas no Piauí.

O anúncio foi feito durante a inauguração da primeira Casa de Acolhimento Transitório Infanto Juvenil (CATi) do Piauí, uma obra da Prefeitura de Teresina em parceria com o Governo do Estado e o Ministério da Saúde.

O secretário estadual de Saúde, Ernani Maia, que também representou o governador Wilson Martins, reforçou o empenho do Ministério da Saúde, da Fundação Municipal de Saúde (FMS) e da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), no sentido de garantir uma melhor assistência aos jovens, principais afetados pela epidemia que a droga causou em todo o país.

?Quero reiterar nosso compromisso com a assistência em saúde e garantir à FMS que nós, Governo do Estado, daremos total apoio a esta Casa e nos empenharemos para a abertura de outras como esta?, disse Ernani.

A CATi funcionará 24 horas, diariamente, e tem caráter residencial e transitório, para atendimentos psicossociais. No período que se encontrarem acolhidos, a equipe da CATi trabalhará o usuário e sua família, com vistas na reinserção social. Para a construção da CATi foi investido um total de R$ 288 mil, oriundos do Ministério da Saúde. Para a manutenção, esse valor mensal será de R$ 25 mil, que também serão repassados pelo Ministério.

Ao todo, 40 profissionais atuarão na CATi, sendo assistentes sociais, psicólogos, terapeuta ocupacional, educador físico, cuidadores, redutores de danos, porteiros e auxiliar de serviço geral.

Fonte: Ananias Ribeiro