Ministro das Cidades afirma que briga no PP vai acabar em sangue

Segundo a Veja, o atual ministro ofereceu um "mensalinho" de R$ 30 mil para políticos do grupo rival no PP.

O ministro das Cidades, Mário Negromonte, disse que "vai terminar em sangue" a briga interna no PP pelo controle da pasta. Em entrevista a uma rádio de Salvador, ele culpou o grupo que apoiava a manutenção do seu antecessor no cargo --Márcio Fortes, também do PP-- pelas informações publicadas na revista "Veja" desta semana.



Segundo a revista, o atual ministro ofereceu um "mensalinho" de R$ 30 mil para políticos do grupo rival no PP. O valor seria pago em troca de apoio à permanência de Negromonte no cargo.

A assessoria do ministério disse que, ao falar em "terminar em sangue", Negromonte quis dizer que a disputa no PP pode ser prejudicial para o partido e acabar "respingando" nos congressistas.

O PP está rachado na Câmara há duas semanas, desde que o grupo ligado a Fortes assumiu a liderança da bancada.

O grupo destituiu da liderança o deputado paranaense Nelson Meurer e emplacou o nome do paraibano Aguinaldo Ribeiro, aliado do ex-ministro Márcio Fortes.

Fonte: Folha.com