Ministro do STJ elogia resultados da Audiência de Custódia no Piauí

O magistrado ainda ficou ciente de outras ações adotadas

Implantado na última semana, o projeto 'Audiência de Custódia' nutre o objetivo de dar mais celeridade ao Judiciário piauiense, ao mesmo tempo em que ajuda na evolução do sistema penitenciário do Estado, nisso, o ministro do Superior Tribunal de Justiça, Mário Aurélio Belizze, esteve na manhã de ontem (27) no Fórum Central de Teresina, acompanhado do presidente do TJ-PI, desembargador Raimundo Eufrásio, e o presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil, Marcus Vinícius Coelho, onde conheceu a estrutura montada para a concretização da iniciativa; elogiada com afinco, principalmente pela qualidade das suas instalações e a organização disposta.

Na ocasião, o magistrado ainda ficou ciente de outras ações adotadas pelo Poder no intuito de fornecer mais rapidez aos processos que tramitam no órgão, o funcionamento do Tribunal no Piauí também foi explicitado, abarcando os indicativos referentes às melhorias buscadas a cada dia.

"O ministro também ficou encantado com a nossa estrutura. Porque às vezes a pessoa fica 30, 60 e até 90 dias sem saber nada sobre seu processo e a prisão em flagrante já se torna um cárcere. Agora não", indicou o desembargador Eufrásio.

O presidente versou sobre a importância da resolutividade dos casos; fator reverberado por Belizze, que conheceu passo a passo da adoção da estratégia em âmbito local.

"O ministro ressaltou ainda que o projeto é avançado e humanístico e vem evitar que uma pessoa de boa índole, que por ventura cometa um delito, se misture com outros presos que já cometeram diversas infrações", complementou.

Fonte: Francy Teixeira