Ministros do STF pedem salário de R$ 30 mil

Último reajuste, de 9%, foi dado em 2009

Ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) decidiram, na noite desta quinta-feira (5), pedir um novo reajuste de 14,8%. Caso o projeto seja aprovado, o salário dos magistrados passará de R$ 26.723 para R$ 30.675 a partir de janeiro de 2011. Este poderá ser o novo teto dos servidores públicos brasileiros. De acordo com nota do Supremo, "a proposta prevê a reposição das perdas inflacionárias". O último reajuste dado ao Judiciário, de quase 9%, foi aprovado em 2009 pelo Congresso e sancionado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Na época, os ministros pediam 14,09%. A segunda parcela do aumento foi paga em fevereiro deste ano, quando o salário passou de R$ 25.725 para o atual. O impacto da nova medida, só no Poder Judiário da União, pode chegar a quase R$ 450 milhões. Além disso, há um efeito em cascata, já que todas as mudanças no STF servem de base para aumentos dos salários de outros servidores das carreiras jurídicas. A proposta será encaminha ao Congresso Nacional na próxima semana. Foi retirado do texto artigo que estendia aos ministros do Supremo os direitos e vantagens assegurados aos membros do Ministério Público da União.

Fonte: R7, www.r7.com