Morre o deputado Manoel Santos, líder do PT em Pernambuco

Filho de pequenos agricultores, o deputado teve trajetória política ligada à questão agrária

O líder da bancada do PT na Assembleia Legislativa de Pernambuco, Manoel José dos Santos – o Mané – morreu neste domingo (19), vítima de câncer, informou em nota o partido.

O deputado estadual morreu aos 63 anos - era casado e pai de quatro filhos. "O Partido dos Trabalhadores se solidariza com a família de Manoel dos Santos nesse momento de inconsolável dor", diz a nota. Santos estava internado em São Paulo para tratar de câncer de esôfago, diagnosticado em 2014, conforme divulgou o Ministério do Desenvolvimento Agrário. Manoel foi eleito em 2014 com 55.310 votos. Filho de pequenos agricultores, o deputado teve trajetória política ligada à questão agrária.

Foi presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag) e o primeiro secretário rural da Central Única dos Trabalhadores (CUT) e dirigente-fundador do PT em Pernambuco. O líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE) também emitiu nota de pesar em que lamenta a perda "do amigo e companheiro de lutas". O senador diz que, ao longo de sua trajetória política, "não foram poucas as vezes que vi Mané colocar em risco a sua própria vida para defender os trabalhadores rurais". Costa acrescenta: "Manoel deixará uma lacuna na política e uma grande saudade”. O ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias, lamentou o falecimento do deputado estadual, destacando o "legado como um líder sindical comprometido com os trabalhadores rurais" e a "liderança sólida e positiva". Segundo a pasta, Santos atuou na formulação de políticas públicas e sociais como a previdência rural, Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), Garantia-Safra, cooperativismo solidário e desenvolvimento rural sustentável.

Fonte: Terra