MP abre investigação para apurar uso de helicóptero oficial por Sérgio Cabral

Segundo revista "Veja", governador faz uso pessoal de helicóptero.

O Ministério Público do Rio de Janeiro abriu, nesta segunda-feira (9), investigação para apurar denúncia de que o governador Sérgio Cabral estaria usando o helicóptero oficial para fins particulares. A denúncia foi publicada pela Revista ?Veja? neste fim de semana, como mostrou o RJTV.

De acordo com a reportagem, o governador e a família usam a aeronave para ir, em fins de semana, a Mangaratiba, na Região Metropolitana do Rio, onde o governador tem uma casa de praia. Um piloto declarou à revista já ter levado para Mangaratiba cabeleireira, médico, prancha de surfe, amigos dos filhos.

Ainda segundo a revista, o helicóptero é utilizado por Sérgio Cabral, diariamente, para ir do Leblon, onde mora, até o Palácio Guanabara, sede do governo, em Laranjeiras, ambos na Zona Sul da cidade.

As viagens custariam, por ano, R$ 3,8 milhões aos cofres público, segundo a "Veja".

Nesta segunda-feira, em Brasília, o governador negou irregularidades.

Ele disse: "A frota de helicóptero do governo não foi criada por mim, todos os governadores de estado do Brasil têm helicopteros a disposição do estado, como muitos tem até aviões, coisa que o governo do estado não tem. A mobilidade de o governador pegar o helicoptero, estamos falando de mobilidade, e ir pra sua casa e voltar, quando a casa é fora da cidade do Rio de Janeiro, não serei, não sou o primeiro a fazer isso no Brasil. Outros fazem também e faço de acordo com o cargo que ocupo. Não estou fazendo nenhuma estripulia, não é nenhuma novidade e fico muito chateado de ver uma foto colocando meu filho de 6 anos de idade como se estivesse ali fazendo alguma irregularidade. Eu me transporto com a minha família quando saio do trabalho e vou para essa casa em Magaratiba. E rodo o estado inteiro nas aeronaves. Não só eu como secretário de estado, os subsecretários, os presidentes de empresas, o comandante da Polícia Militar, a chefe da Polícia Civil. Então, realmente eu não consigo compreender".

Em nota, o Ministério Público informou que, por determinação do procurador-geral de Justiça, Marfan Martins Vieira, o Ministério Público do Rio instaurou procedimento para apurar as denúncias de uso indevido do helicóptero oficial pelo governador Sérgio Cabral.

Fonte: G1