MP entra com ação contra Anthony e Rosinha Garotinho

Outras 86 pessoas estão envolvidas; juíza determina quebra de sigilo bancário, e ex-governador do Rio diz que não tem nada a temer

O Ministério Público do Rio de Janeiro entrou com ação civil pública, por improbidade administrativa, contra os ex-governadores Anthony Garotinho e Rosinha Garotinho. Segundo o MP, outras 86 pessoas são acusadas de participar de suposto esquema de desvio de verbas, incluindo ONGs e empresas consideradas de fachada. Um dos nomes envolvidos é da atriz Deborah Secco, que por meio de sua assessoria disse que não iria se pronunciar enquanto não fosse notificada. A juíza Mirella Letízia Guimarães Vizzini, da 3ª Vara da Fazenda Pública do Tribunal de Justiça do Rio, determinou nesta quinta-feira (4) a quebra do sigilo bancário dos ex-governadores e das 86 pessoas denunciadas.

Em seu blog, Anthony Garotinho disse que gostou da decisão da juíza. "Acho ótimo, porque não tenho nada a temer", afirmou. "Muita gente não tem conhecimento, mas em 2002, quando deixei o governo do Estado, para me candidatar à presidência da República tomei a iniciativa de entregar ao Ministério Público um documento (que ele reproduz no blog), onde por livre e espontânea vontade eu e Rosinha abrimos mão dos nossos sigilos bancário e fiscal. Alguém conhece outro político que tenha tido coragem de tomar a iniciativa de abrir mão do seu sigilo bancário e fiscal, e do de sua esposa?"

Fonte: Rede Brasil Atual