MP investiga plotagem e vandalismo nas propagandas eleitorais

MP investiga plotagem e vandalismo nas propagandas eleitorais

Clotildes Carvalho pontua que os jantares de arrecadação de doações para os candidatos, e carreatas estão ocorrendo dentro das normas da legislação

A promotora Clotildes Carvalho, da 63ª Zona Eleitoral, responsável pela fiscalização da propaganda eleitoral em Teresina, afirmou ontem que vandalismo em cavaletes, e carros plotados com números trocados de candidatos estão sendo alvo de investigação do Ministério Público. Apesar disso, ela ainda considera o período eleitoral tranquilo em relação à propaganda.

?Ainda está tudo muito tranquilo, na propaganda na televisão e rádio, por exemplo, não houve nenhum pedido de direito de resposta, ou ofensa entre os candidatos. Estamos acompanhando o material antes de ir ao ar. Temos recebido, porém, muitas denúncias em relação ao espaço entre os cavaletes e a via pública, e coligações que reclamam que outras estão chutando e derrubando cavaletes dos adversários?, explicou Clotildes, acrescentando que cavaletes com a imagem do candidato a prefeito da capital, Firmino Filho (PSDB), estavam sendo trocados por cartazes de Elmano, e vice-versa.

?Estamos registrando os autos de constatação, mas muitas vezes não temos como localizar o autor?, pontuou. Os carros plotados com propaganda de um candidato a prefeito de Fortaleza, Elmano de Freitas (PT), que têm circulado na zona rural de Teresina, serão fiscalizados pela promotora. ?São veículos de Fortaleza com o slogan ?Vote Elmano 13?, o que pode confundir o eleitor da zona rural. Foram localizados mais de três desses veículos e poderão ser apreendidos?, disse, já que em Teresina o candidato Elmano Férrer usa o número 14, enquanto o candidato petista Wellington Dias utiliza o número 13 para votação.

Clotildes Carvalho pontua que os jantares de arrecadação de doações para os candidatos, e carreatas estão ocorrendo dentro das normas da legislação eleitoral na capital. ?Também não recebi nenhuma denúncia sobre volume de som de carros ou sobre showmícios. Apenas o candidato Firmino terá que pagar uma multa por ter colocado cavaletes nas margens dos rios, o que não é permitido?, conclui.

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte