MPE entra com três ações contra vice-governador

SA- O vice-governador afirmou que encara às denúncias de propaganda fora do prazo legal com naturalidade

Depois do secretário estadual de Educação e pré-candidato do PT à governador, Antônio José Medeiros, ser acusado pelo Ministério Público Eleitoral de propaganda extemporânea, é a vez de outro nome da base aliada ser investigado na Comissão de Juízes da Propaganda Eleitoral do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PI). O procurador regional eleitoral, Marco Aurélio Adão, confirmou ontem ao Jornal Meio-Norte que já tramitam três processos contra o vice-governador Wilson Martins (PSB).

Dois são relacionadas às inserções do PSB na televisão, assinadas pelos procuradores Kelston Lages e Tranvanvan Feitosa, e o terceiro diz respeito a distribuição de informativos do partido com o título de "O filho do Sertão", também representada por Tranvanvan. Os informativos contam a trajetória política de Wilson, que preside a legenda no Piauí e busca a viabilidade como pré-candidato pelo bloco gobvernista.

DEFESA- O vice-governador afirmou que encara às denúncias de propaganda fora do prazo legal com naturalidade, já que o papel do Ministério Público é estar ?vigilante?. Ele ressalta, no entanto, que todas as atividades foram executadas dentro da lei. ?É no âmbito partidário, pagas pelo partido como prestação de contas para a população?, justifica, destacando que irá acionar os setores jurídicos da sigla para oferecer as explicações necessárias para a Justiça Eleitoral. (S.B.)

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte