MPF denuncia cinco acusados de fraude no Programa Bolsa Família

Denúncias anônimas relatavam que pessoas de São Luís do Piauí estariam recebendo recursos de forma irregular

Cinco pessoas que desviavam recursos do Programa Bolsa Família, na cidade de São Luís do Piauí foram denunciadas pelo Ministério Público Federal no Piauí (MPF-PI), por meio do procurador da República Frederick Lustosa de Melo. Caso sejam condenadas por estelionato, elas poderão ser presas em regime de reclusão, entre um e cinco anos, e ainda deverão pagar multa.

As investigações do MPF e da Polícia Federal iniciaram-se a partir de denúncias anônimas nas quais era relatado que diversos cidadãos da cidade estariam recebendo recursos do Programa Bolsa Família de forma irregular.

Segundo o MPF, ficou comprovado durante as investigações que as denunciadas ? duas professoras da rede municipal, uma servidora concursada do município, uma responsável pelo cadastramento do benefício e uma outra que vive de rendas e aluguéis na cidade ? inseriram, dolosamente, dados falsos nos formulários de cadastramento único de beneficiários dos programas do governo federal.

A denúncia narra que o objetivo das rés era induzir a Administração Pública Federal a erro e, assim, receberem ilegalmente o benefício. O MPF apurou que nenhuma das denunciadas que vinham percebendo o benefício se enquadravam no perfil sócioeconômico estabelecido pelo Programa, e que somente conseguiram êxito em seu cadastramento em razão da participação dolosa de uma servidora pública municipal.

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte