Muçulmana é expulsa de comício de candidato a presidência dos EUA

Ela fez um protesto silencioso contra o pré-candidato.

 Uma muçulmana foi expulsa de um comício da campanha presidencial de Donald Trump após ter feito um protesto silencioso contra o pré-candidato republicano, que pediu a proibição da entrada de muçulmanos nos Estados Unidos.

Imagens exibidas na televisão mostram um evento na Carolina do Sul no qual a mulher, Rose Hamid, aeromoça de 56 anos, usa um véu na cabeça e uma camisa verde com a frase: "Salam. Venho em paz".

Hamid permaneceu de pé em silêncio, olhando para o palco, enquanto o restante do público permanecia sentado.

A mulher foi escoltada para fora do local, enquanto os simpatizantes de Trump exibiam cartazes com o nome do pré-candidato em direção a Rose.

Rose Hamid disse que um dos simpatizantes do magnata do setor imobiliário gritou para ela: "Tem uma bomba, tem uma bomba".

"Tudo ficou feio muito rápido e isto é muito assustador", disse Hamid ao canal CNN após o comício de sexta-feira à noite.

Trump, que lidera as pesquisas para a indicação republicana para a Casa Branca, provocou grande polêmica no mês passado, quando pediu a proibição temporária da entrada de muçulmanos nos Estados Unidos. Isto aconteceu depois que dois muçulmanos radicais cometeram um ataque na Califórnia que matou 14 pessoas.

Muçulmana em pedido de paz (Crédito: Reprodução)
Muçulmana em pedido de paz (Crédito: Reprodução)
Muçulmana é expulsa de comício (Crédito: Reprodução)
Muçulmana é expulsa de comício (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do G1