Mudanças: Piemtur terá novo presidente

No lugar de Patrocínio, que será exonerado, tomará posse o ex-prefeito de Campo Maior, Marco Bona.

O apoio das lideranças políticas aos candidatos que concorrem nas eleições de outubro no Piauí já causou a demissão de três secretários municipais da administração do prefeito de Picos, Gil Paraibano, e agora deve ser responsável por substituir também o presidente da Empresa Piauiense de Turismo (Piemtur), Patrocínio Paes Landim.

No lugar de Patrocínio, que será exonerado, tomará posse o ex-prefeito de Campo Maior, Marco Bona. O atual gestor da Piemtur destacou que sua saída é motivada por decisões políticas, já que ele estaria apoiando a candidatura do senador João Vicente Claudino (PTB) ao Governo estadual e a reeleição do seu irmão, o deputado federal Paes Landim (PTB). Patrocínio também destaca que a substituição é ?natural? e que não modifica a gratidão que ele tem por Martins.

SENADO- Os acordos táticos entre candidatos de diferentes coligações também tem gerado a formação de chapas paralelas no interior do Estado. O deputado federal Ciro Nogueira (PP), candidato ao Senado, já teria fechado acordos com membros do PSB, PSDB, PMDB, PPS e PSB, buscando o segundo voto em uma chapa alternativa com o ex-governador Wellington Dias (PT), já que Nogueira também se coloca como candidato do Palácio de Planalto, apoiando a eleição da ex-ministra e candidata do PT à Presidência, Dilma Roussef. (S.B.)

.

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte