Mulher de Henrique Pizzolato declara que "só foram divulgadas mentiras"

Andrea Haas tentou visitar o marido na prisão, mas foi barrada porque não tinha autorização. Ela levava sacolas com objetos do ex-diretor do BB.

A mulher do ex-diretor do Banco do Brasil Henrique Pizzolato tentou visitar o marido na prisão. Na entrada do prédio ela falou rapidamente os jornalistas. As imagens são do enviado especial da GloboNews a Modena, Pedro Vêdova.

Andrea Haas levava sacolas com alguns objetos do marido e afirmou que todos os documentos que inocentariam o marido teriam sido apresentados, mas que só foram divulgadas mentiras. Ela deu as costas e tentou entrar na penitenciária, mas acabou barrada porque não tem autorização.

Pizzolato e os outros presos podem usar o telefone por 10 minutos uma vez por semana e não usam uniforme. Eles têm direito a quatro horas de banho de sol. Em prisão preventiva, aguardando medida cautelar, Pizzolato divide a cela com mais um detento.

Fonte: Globo News