Município de Luzilândia escolhe um novo prefeito neste domingo

Após quase um mês de intensa campanha, os eleitores devem escolher entre dois candidatos.

Faltando apenas um ano e três meses para a realização das eleições municipais de 2012, os 17.895 eleitores do município de Luzilândia retornam hoje as urnas, pela segunda vez, após o pleito de 2008, para escolher o prefeito da cidade. O município, localizado a 264 Km de Teresina, será a 18ª cidade piauiense a escolher um novo gestor em eleição suplementar, após o Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE/PI), determinar a cassação da ex-prefeita, Janaínna Marques (PTC), por irregularidades eleitorais.

Após quase um mês de intensa campanha, os eleitores devem escolher entre dois candidatos, Ismar Aguiar Marques Filho (PSB) e Alberto Jorge Garcia de Carvalho (PTB). O socialista é filho do deputado estadual Ismar Marques (PSB) e conta com o apoio do governador Wilson Martins (PSB). Já o candidato Alberto Carvalho, tem o apoio da ex-prefeita Janainna Marques, de quem foi exvice-prefeito.

O Comando Geral da Polícia Militar do Piauí deslocou na última quintafeira, 21, um efetivo de 66 policiais de Teresina, para reforçar a segurança na cidade, após o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), negar o pedido do presidente do TRE, desembargador Raimundo Eufrásio, que solicitava reforço de tropas federais. Em ofício encaminhado ao TSE, o governador Wilson Martins garantiu que os militares possuem condições de manter a tranquilidade na cidade.

O juiz da 27ª Zona Eleitoral do Piauí, João Batista, anunciou que o resultado das eleições do município deve ser anunciado até às 18h, deste domingo. A Justiça Eleitoral da cidade acredita que a celeridade na apuração do pleito será possível, já que a maior parte do eleitorado do município residem na zona urbana. A cidade terá 65 sessões de votação, com o total de 81 urnas eletrônicas enviadas pelo TRE. Dessas, 29 sessões estarão distribuídas na zona rural da cidade e 33 na zonaurbana.

A eleição suplementar de Luzilândia foi marcada pela Corte do TRE, após a cassação da ex-prefeita dacidade Janaínna Marques(PTB), depois do TSE confirmar a condenação da gestora por considerá-la prefeita itinerante. O TSE entendeu que ela cumpriu o quarto mandato consecutivo como prefeita. Dois mandatos foram na cidade de Joca Marques e mais dois no município de Luzilândia.

O resultado da eleição será questionado na Justiça Eleitoral já que o diretório municipal do Partido da República (PR) e um grupo de vereadores entrou com recurso no TSE, contra decisão que manteve a realização do pleito deste domingo.

Fonte: Lídia Brito