"Não disse a Dilma de consultoria", diz ministro sobre nova denúncia

Ministro diz que não falou sobre contratos porque não há irregularidades

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel (PT), não informou sobre seus clientes, contratos e valores recebidos à presidente Dilma Rousseff antes de tomar posse no início do ano.



Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo na noite de anteontem, após falar com Dilma, Pimentel disse que "não havia a menor necessidade de informá-la porque não tem nada irregular".

Pimentel prestou consultoria nos anos de 2009 e 2010 e recebeu cerca de R$ 2 milhões. Há suspeitas de tráfico de influência nessa atividade, o que ele nega.

Até agora, eram conhecidos quatro clientes do ministro como consultor. Na entrevista, ele revelou uma quinta empresa, para a qual deu uma palestra em 2009 e recebeu R$ 5.000.

O ministro reuniu todos os contratos e notas fiscais sobre seus trabalhos privados. Mostrou para o jornal, mas disse que não permitiria que fossem feitas fotocópias.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br